Notícias

Senado terá CPI da Previdência para investigar contas do setor

Mais de 57 senadores assinaram requerimento que pede a instalação da CPI para investigar a contabilidade e a situação fiscal da Previdência Social.

De autoria do senador Paulo Paim (RS), a Comissão pretende investigar as dívidas de grandes empresas com a Previdência, a sonegação e a concessão de anistias, desonerações e desvinculações tributárias que teriam provocado o desabastecimento do caixa do setor nos últimos anos.

Leia: https://goo.gl/qegbBu

Reforma ameaça aposentadoria do agricultor familiar, que provê 70% do país

"Apesar da sua importância social, a Previdência Rural é criticada como a principal responsável pelo chamado rombo da Previdência...

O plano nunca foi, porém, para que essa conta "fechasse". Segundo a Constituição de 1988, a Seguridade Social é financiada por contribuições dos trabalhadores assalariados, das empresas e também de toda a sociedade. O sistema previdenciário, então, se estruturou sob a lógica de bem-estar social e de solidariedade. Segundo a Constituição, é toda a sociedade, e não apenas os trabalhadores e as empresas, que sustentam o sistema. "

Leia matéria completa aqui: https://goo.gl/EW6A8c

Governo omite dados ao calcular déficit

Ao calcular o deficit da Previdência, o governo não leva em conta a arrecadação com contribuições que, de acordo com a Constituição, deveriam ser destinadas à seguridade social.

Esse é apenas um dos dados manipulados por aqueles que querem rifar a previdência social pública.

Leia mais: https://goo.gl/fVyFum

Conflito de interesses sim!

"É um cargo remunerado em uma empresa que concorre no mercado e tem participação privada. Não convém que a mais alta autoridade de previdência do governo integre o conselho de administração dessa instituição."

Leia: https://goo.gl/W43zRS

Se não por convicção, se que seja por medo da rejeição!

A maioria dos(as) parlamentares não quer saber se os dados do governo são condizentes com a realidade da Seguridade Social ou se essa reforma é legítima.

Querem saber de 2018 e do impacto que a aprovação da PEC 287 poderá acarretar em suas carreiras políticas.

Então, a campanha segue. Continuem telefonando, mandando e-mails, mensagens para os parlamentares cobrando a rejeição da PEC 287.

Veja aqui a lista dos parlamentares e seus contatos: https://goo.gl/PYJQXM