Saúde

SaudeSaúde

Mesmo custeando Saúde, Assistência e Previdência Sociail, o sistema constitucional de Seguridade Social foi superavitário durante todos os anos, desde sua criação e reformulação em 1998 (Emenda Constitucional n° 20).

Em verdade, todos os governos, desde 1998, NÃO CUMPREM A CONSTITUIÇÃO! Deveriam proteger e poupar (art. 250 da Constituição) todos os valores pagos ao sistema de Seguridade Social, que engloba, além das contribuições do empregado e do empregador sobre a folha de pagamentos, também a CSLL, PIS, COFINS, dentre outras previstas no art. 195 da Constituição, e até hoje esse resultado é superavitário (sobra MUITO dinheiro, que deveria estar sendo poupado).

Ocorre que, por políticas como a unificação do Tesouro Nacional, das desonerações, Desvinculação das Receitas da União - DRU, isenções e renúncias,, o Governo Federal usa nosso dinheiro para pagar os JUROS DA DÍVIDA PÚBLICA ou aumentar o lucro das empresas enquanto nós, sociedade, somos obrigados a ter péssimo e precário sistema de saúde (SUS) ou, na melhor das situações, pagar um “plano de saúde” privado, que decide suas próprias regras e reajustes, sem se preocupar com as necessidades de seus beneficiários e sem regulação governamental.

Você sabia que mesmo pagando o plano de saúde por toda uma vida, aos 60 anos ele será reajustado, em média, em 150%? Pois é... em algum momento você não terá condições de pagar por ele e terá que utilizar o SUS. Será que querem mesmo “garantir o seu amanhã” ou o das operadoras de planos?

Ou seja, a atual proposta de reforma da previdência fará o mesmo que fizeram com a saúde: seremos obrigados a contratar um “plano de previdência privada” oferecido pelos bancos ou viveremos na miséria!

Foi isso que você planejou? Realmente confia que seu futuro está tão estável assim?